Postado em 08 de Junho às 17h32

Doenças cardíacas em cães e gatos

Apesar de ser mais comum em cachorros pequenos, como pinscher, poodle e yorkshire, problemas no coração afetam cães de todas as raças e tamanhos. Na maioria dos casos, essas doenças são hereditárias, mas também podem ser ocasionadas pela má alimentação e sedentarismo do pet.

Em felinos, a cardiopatia não é tão comum quanto em cachorros, mas, em casos graves, como no desenvolvimento da tromboembolia aórtica, o gato pode chegar a perder o movimento das patas traseiras e miar incessantemente de dor.

Alguns sinais clínicos podem demonstrar que o coraçãozinho do seu pet não vai bem, como:

Perda de peso progressiva;
Falta de apetite;
Tosses e espirros;
Desmaios;
Apatia;
Ofegância;
Aumento da frequência respiratória, mesmo em momentos de repouso.

Cardiopatias podem ser diagnosticadas precocemente e, apesar de a maioria delas não ter cura, podem ser tratadas antes de evoluírem, diminuindo os riscos para a saúde do animalzinho.

Por isso, é importante ficar atento aos sintomas, além de ser indicado que sejam feitas avaliações frequentes, no mínimo uma vez ao ano, principalmente em pets idosos, que requerem maior cuidado e atenção.

Veja também

Meu gato está arranhando meu sofá, o que fazer? Entenda o porquê e 5 dicas para proteger sua mobília10/12/20  Quando se tem um bichano em casa, encontrar o gato arranhando sofá é um tanto comum. Os bigodudos podem ser fofos e divertidos, mas adoram aprontar uma arte de vez em quando. Por sorte, há formas simples de preservar seus móveis. Se você quer descobrir como evitar gato arranhando sofá, continue lendo! Separamos cinco dicas para proteger a mobília de sua......
FeLV: sintomas, transmissão e tratamento.24/02 A Feline leukemia vírus - FELV é o nome da chamada leucemia felina. Trata-se de uma infecção advinda de um vírus, que é contagiosa. O diagnóstico precoce é a melhor forma de evitar......
Vacina da raiva tem que tomar!19/07 Você sabia que a vacina antirrábica é obrigatória para cães e gatos no Brasil? O motivo é a altíssima taxa de mortalidade, sendo fatal para quase 100% dos casos e representando um grande perigo não......

Voltar para Blog

Fale conosco!