Postado em 21 de Dezembro de 2020 às 09h31

Tenho um gato idoso, quais cuidados devo ter?

Gatos (21)Dicas e Cuidados (34)

Os gatos idosos são animais de estimação que necessitam de alguns cuidados especiais. Afinal, assim como nós seres humanos, eles também começam a apresentar debilidades. Sendo assim, após superarem os 12 anos de idade, os felinos já mostram que estão em uma idade avançada e precisam de atenção redobrada.
Saber quais os cuidados devemos ter com a saúde dos pets é crucial para uma vida mais tranquila e confortável. Por isso, é preciso acompanhar sinais de comportamento e saber qual atitude tomar em cada um deles. 

Como saber que estou lidando com gatos idosos
Há inúmeros sinais que farão com que você perceba que a idade avançada de seu pet. Isso porque os gatos idosos começam a ficar menos ativos e ter menos disposição. Sendo assim, será muito raro vê-lo correndo pela casa ou brincando, como quando era apenas um filhotinho.
Além disso, os felinos mais velhos costumam ser mais sensíveis aos estranhos e ao barulho. O seu tempo de sono também irá aumentar e você irá perceber que agora seu pet tem preferência por estar em casa. Por isso, essa fase necessita atenção para que os gatinhos não se tornem obesos, por exemplo.
Porém, alguns gatos idosos apresentam falta de apetite e reduzem a quantidade de comida diária. Com isso, podem ter problemas digestivos e em seus dentes. Ainda, podem ser tornar mais dependentes de seus tutores, pois demonstram mais insegurança. Assim, a atenção nestes momentos é algo fundamental.

Quais os principais cuidados com estes pets?
Alimentação dos gatos idosos
Com a idade, os hábitos alimentares são o primeiro ponto que precisa ser mudado. Por esse motivo, vale a pena consultar o seu médico veterinário. Assim, ele poderá avaliar a necessidade de rações sênior ou light. Esses tipos de ração são mais indicadas pois engordam menos e, portanto, controlam o peso. Algo essencial para essa idade.
Cuidados com a sua higiene
Os cuidados com a higiene dos pets idosos diz respeito principalmente à boca. Isso porque a falta de apetite pode acarretar inúmeras complicações, como a formação de placa. Então no futuro trará a gengivite e outros vários problemas. Assim, o mais recomendado é escovar os dentes do seu pet, de forma a retirar o tártaro. E, em casos graves, pode-se recorrer à ajuda do médico veterinário.
Mais tempo para o descanso
Com a idade, você perceberá que seu pet necessita de mais horas para descansar. Isso é algo natural e inevitável, que acontece a partir dos 8 anos de idade. Por isso, é ideal lhe dar esse tempo e propiciar a ele um espaço adequado e confortável para isso. Investir em almofadas e uma caminha, por exemplo, pode ajudar.
Leve-os sempre ao veterinário
Indiscutivelmente, os gatos idosos precisam de mais idas ao seu médico veterinário. Dessa forma será possível acompanhar qualquer mudança em seu estado de saúde. Isso inclui a perda de pelos constante, aparecimento de tumores ou mesmo problemas de mobilidade. Então, à cada seis meses seu pet necessita fazer essa visita para uma análise geral.

A CIAVET cuida de quem você ama!

Fonte: https://www.cevek.com.br/blog/gatos/gatos-idosos-quais-cuidados-eu-devo-ter/

Veja também

Meu pet está com pulgas e carrapatos, o que posso fazer?04/12/20  As pulgas são pequenos insetos parasitas conhecidos por sua excepcional capacidade em pular. Elas podem pular acima de 1.000 vezes seu próprio peso, 75 vezes sua própria altura e 25 vezes seu próprio comprimento. A pulga-do-gato, Ctenocephalides felis, é a espécie de pulga mais comum em cães e gatos na maioria dos lugares do mundo. As pulgas adultas vivem......
Como evitar que meu gato fuja02/04/20 Especialmente à noite, os gatos gostam de fazer excursões fora de casa por diferentes motivos, pode ser o instinto de caça ou busca de felinos do outro sexo. Estas saídas podem ser perigosas para nosso animal, por isso, neste......

Voltar para Blog